Seminário Gran Masters from Thailand

O seminário Gran Masters from Thailand foi o programa do fim de semana de 24 e 25 de outubro. A decorrer em Vila Nova de Gaia, com organização da Boom Academy, este seminário internacional trouxe até Portugal uma conceituada equipa de mestres tailandeses composta pelo gran mestre Prasalsit Srisak, doutorado em muay thai e coronel do exército tailandês, por Nattakarn Rampudsa, professor universitário de muay thai, assim como o mestre Siwat Surawattanakul.

Joana Duarte, mestre de muay thai na Boom Academy e uma das responsáveis pela organização deste evento, encara este seminário como uma forma de trazer a Tailândia até Portugal uma vez que nem todas as pessoas se podem deslocar até ao país berço desta modalidade. Joana Duarte defende ainda que “o muay thai é muito mais do que luta, tem muito mais história, muito mais técnica (…) antes de uma arte marcial é um estilo de vida, reflete-se na maneira como vivemos o nosso dia-a-dia”.

Assente sobretudo no muay thai boran, o muay thai tradicional e mais letal, esta formação começou com uma parte mais teórica, onde foram abordadas e explicadas as técnicas bases, bem como os seus nomes que tiveram de ser pronunciados corretamente em tailandês. Na segunda parte, correspondente ao período de sábado à tarde, foram apresentadas e desenvolvidas técnicas de thai fight, ou seja, os movimentos mais adequados e eficazes para o combate; seguiu-se a formação rigorosa para o waikru, ritual a realizar antes do combate. O dia de sábado terminou com a graduação de cerca de 15 alunos da Boom Academy que viram os seus conhecimentos avaliados e reconhecidos não só pelo mestre António Duarte, representante da AITMA em Portugal, mas também pelos mestres tailandeses.

O dia de sábado trouxe, ainda, outro importante aspeto cultural tailandese para além do treino: com um almoço tradicional e exclusivamente tailandês, os cerca de 60 participantes no seminário tiveram a oportunidade de degustar um pouco da gastronomia tailandesa. Com a mulher do mestre Prasalsit e com o mestre Siwat Surawattanakul a chefiarem a cozinha, a Boom Academy apresentou uma ementa com sopa de peixe e gambas (tom yum kum), carne de porco picada com manjericão tailandês (pad kra prow mhu sob), galinha com caril tailandês (thai curry), peito de frango salgado frito (salt fried chiken), acompanhados por uma salada de papaia tailandesa (som tam) e arroz frito com ovos (khao pad).

Já a manhã de domingo ficou marcada pelas técnicas de combate e por um treino prático mais intenso. O mestre Prasalsit Srisak incutiu ritmo e disciplina nos atletas, ao mesmo tempo que alertou para a importância do treinador. Este último deve ajudar ao máximo o seu atleta e trabalhar em função das necessidades de cada aluno: o mestre deu algumas dicas e apontou detalhes essências para que cada atleta possa também vir a ser um bom treinador, ou mesmo ajudar os seus colegas em momentos de treino.

O mestre tailandês mostrou-se muito contente por estar em Portugal e partilhar com os atletas portugueses os seus conhecimentos de muay thai, defendendo que todos podem e devem praticar esta arte marcial ancestral, independentemente do seu género ou idade. Também o mestre António Duarte fez um balanço positivo deste evento que foi uma aposta ganha da Boom Academy, uma vez que juntou atletas de diferentes pontos do país, bem como de diferentes áreas, desde o kickboxing, K1, submission, MMA até à capoeira.

 

Texto: Joana França/Kombat Press

Publicar um comentário

Imprimir tickets

Direitos de Autor